24/04/2015

A polícia federal deflagrou/ na manhã de hoje/ a “Operação Parasitas”, desarticulando um esquema criminoso de concessão de financiamentos

fraudulentos e desvio de recursos federais do Pronaf na região de Campo Novo de Rondônia.
A ação criminosa consistia na concessão de financiamentos com recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – Pronaf/ através da Agencia do Banco do Brasil daquela região.

Os investigadores/ através documentos falsos e com a efetiva participação de funcionários do Banco do Brasil e da Emater/ bem como de um escritório de contabilidade, desviaram cerca de R$ 1 milhão entre 2013 e 2014.


O Estado de Rondônia recebeu no ano passado R$ 6,19 milhões de Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM)/ correspondente à exploração de cassiterita (minério de estanho)///
Julho foi o melhor mês, com R$ 738,5 mil.

Esse montante é inferior ao desejado/ porém/ na somatória com outras receitas de royalties contribui para o fortalecimento da economia.

Em três anos a produção desse minério cresceu de 9,92 mil toneladas/ em 2011/ para 10,93 mil ton em 2012 e 10,12 mil ton em 2013.

O volume de 2014 ainda não foi computado. 

O tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT), João Vaccari Neto/ preso na 12ª fase da Operação Lava Jato nesta manhã/ em São Paulo/ chegou à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.Vaccari já é réu em ação oriunda da operação da PF/ mas respondia em liberdade.

Ele é acusado de envolvimento no esquema de desvio de dinheiro da Petrobras/ possivelmente/ desde 2004.

 O petista assumiu o posto de tesoureiro do partido em 2010.

Curta! a Clube no Facebook

Clipe da Semana na CLube

Naiara Azevedo Ft. Maiara e Maraisa - 50 Reais

Deixe o seu Recado na Clube