23/06/2015

Destamamento

O desmatamento da Amazônia Legal em maio de 2015 aumentou 110% em relação ao que foi verificado em maio do ano anterior, de acordo com o monitoramento não oficial produzido pelo Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). 
Os dados do SAD revelam que, no mês passado, foram devastados 389 km² – uma área que equivale a mais de 240 vezes a do Parque do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo. Em maio de 2014, a destruição se estendeu por 185 km². Todos os boletins do SAD em 2015 registraram tendência de aumento do desmatamento ante o mês correspondente em 2014.

Em maio 2015, o SAD detectou desmatamento no Amazonas (27% do total), Mato Grosso, (27%), Pará (23%),Rondônia (21%) e Roraima (11%). (Assessoria)

Desmatamento II

Os municípios que lideraram a destruição da floresta foram Novo Progresso (PA), com 70,5 km², Lábrea (AM), com 45,4 km², Manicoré (AM), com 28,7 km² e Porto Velho (RO), com 25 km². Aproximadamente 55% de todo o desmatamento registrado em maio aconteceu em áreas privadas. Cerca de 31% da remoção total de florestas aconteceu em Unidades de Conservação, 13% em assentamentos de reforma agrária e 1% em terras indígenas, de acordo com o Imazon. 

Além dos dados relacionados ao corte raso, o Imazon também publicou dados sobre a degradação florestal – as áreas nas quais as árvores não foram totalmente suprimidas, mas onde a floresta foi excessivamente explorada ou atingida por queimadas. (Assessoria)

Inversão  

E enquanto a Câmara de Vereadores de Cacoal requer a cassação do prefeito Franco Vialetto, do PT, inesperadamente ele também requisitou ontem a cassação de 3 vereadores. Maria Simões, do PT, Adailton Fúria, PRB, e Cesar Condack, PSDC, são alvos do chefe do executivo municipal, que alega excesso de gastos dos vereadores. Destes, apenas Condack votou contra o afastamento do prefeito na CPI, que acabou arquivada. Essa medida está sendo vista como mais uma jogada do executivo, já que a interferência da prefeitura na Legislativo é questionável, apesar do alcance do poder discricionário. (Roni Viana) 

Curta! a Clube no Facebook

Clipe da Semana na CLube

Naiara Azevedo Ft. Maiara e Maraisa - 50 Reais

Deixe o seu Recado na Clube