24/06/2015

Caerd

A presidente da Companhia de água e Esgotos do Estado de Rondônia (Caerd), Iacira Azamor, esclareceu sobre o projeto de lei, encaminhado pela companhia para apreciação da Casa e que criaria cargos na companhia.  
A matéria foi lida na sessão de terça-feira (23) e seguiu para as comissões temáticas da Assembleia para apreciação e gerou críticas de alguns parlamentares.  

A presidente explicou que "na verdade, não esta criando novos cargos na Caerd, mas sim regulamentando os já existentes, conforme a determinação do conselheiro do Tribunal de Contas, Francisco Carvalho, através do acórdão 18/2015. Ou seja, não esta gerando novas despesas, mas apenas criando uma lei para abrigar os servidores que já trabalham na companhia". (Roni Viana)

Críticas 

A vereadora Maria Simões (PT) o fato do Prefeito Padre Franco ter requerido sua cassação e de  outros dois parlamentares que conduziram os trabalhos da CPI que originou a operação Detalhe, que levou para a cadeia, parte do alto escalão da prefeitura de Cacoal. Os outros dois são Cesar Condack, do PSDC, e Adailton Fúria, do PRB. Para a vereadora, essa é só mais uma tentativa de cala-la, mas isso não vai acontecer, já que vai continuar denunciando os desmandos na administração municipal de Cacoal. (Roni Viana)

Exportações

O governo federal anunciou nesta quarta-feira (24) o Plano Nacional de Exportações, que conta com cinco pilares para estimular as vendas externas de produtos brasileiros.

O objetivo do plano é incentivar, facilitar e aumentar as exportações brasileiras. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, enquanto o Brasil possui a sétima maior economia do mundo, ocupa a 25ª posição no ranking de países exportadores.O plano prevê aumento de recursos para programas de financiamento, mas não apresenta uma meta de desempenho para o resultado comercial do país. (G1)
  
Oportunidade

Famílias assentadas têm até o dia 30 de junho (terça-feira) para procurar uma agência bancária do Banco do Brasil e Banco da Amazônia e solicitar a liquidação de dívidas contraídas pelas linhas de crédito voltadas para assentados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A renegociação autoriza desconto de até 80% da dívida das famílias assentadas na Reforma Agrária que quiserem liquidar dívidas de linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) “A” e “A/C”. A medida foi autorizada pela resolução nº4.298 do Banco Central de 30 de dezembro de 2013 e teve prazo estendido até o final de junho deste ano pela Resolução nº4347.


Curta! a Clube no Facebook

Clipe da Semana na CLube

Naiara Azevedo Ft. Maiara e Maraisa - 50 Reais

Deixe o seu Recado na Clube