06/07/2015

Regras

Começam a valer a partir desta segunda-feira (6) as novas regras para a realização de partos na rede particular de saúde, fruto de uma resolução do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que visa pressionar as operadoras a fiscalizarem mais hospitais e médicos para diminuir a quantidade de partos cesáreos feitos por planos de saúde no Brasil.
O governo busca estimular o parto normal e reduzir as cesarianas, quando possível, pois o índice de nascimentos por meio cirúrgico chega a 84,6% do total realizado via planos de saúde. O índice é extremamente alto se comparado ao recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS): 15%. (G1)
  
Greve

O Tribunal Regional do Trabalho decidiu conceder liminar à Ação de Dissídio Coletivo de Greve interposta pelo Ministério Público do Trabalho de Rondônia e determinar percentuais mínimos suficientes para funcionamento do transporte público de passageiros de Porto Velho, sob pena de multa diária de R$ 100 mil para cada um dos sindicatos. Uma greve foi anunciada no setor para esta segunda-feira. Como não houve acordo entre sindicato e trabalhadores, o Tribunal do Trabalho interveio para garantir o transporte público à população da capital. (Roni Viana) 

Inflação 

A estimativa do mercado para a inflação deste ano chegou a 9,04%, segundo pesquisa do Banco Central. Na semana anterior, a previsão era de que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechasse o ano em 9%. Foi a 12ª semana seguida de alta nesse indicador. Para 2016, a estimativa do mercado para a inflação recuou para 5,45%.

Para o comportamento do PIB neste ano, os economistas do mercado financeiro reduziram ainda mais a previsão, na semana passada, para uma retração de 1,50%. (G1) 

Curta! a Clube no Facebook

Clipe da Semana na CLube

Naiara Azevedo Ft. Maiara e Maraisa - 50 Reais

Deixe o seu Recado na Clube