21/07/2015

Indiciamento 

Trechos do relatório apresentado pela Polícia Federal (PF) que justificou o indiciamento de Marcelo Odebrecht, presidente da holding Odebrecht S.A, na segunda-feira (20), indicam que o executivo tentou 'atrapalhar' as investigações da Operação Lava Jato antes de ser preso.
A conclusão da PF ocorreu após a verificação de várias anotações  encontradas em telefones celulares utilizados por Marcelo. Os trechos foram escritos com várias siglas. (G1)

Foro

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha(PMDB-RJ), protocolou nesta segunda-feira (20) no Supremo Tribunal Federal (STF) pedido para que o processo em que ele é citado que corre na Justiça Federal do Paraná, sobre a contratação de navio-sonda pela Petrobras, seja remetido à Suprema Corte.

 A alegação de Cunha é que o juiz federal Sérgio Moro, que conduz as investigações da Operação Lava Jato na primeira instância, feriu a competência do Supremo ao investigá-lo, uma vez que, por ser deputado federal, tem foro privilegiado e só pode ser alvo de apuração com aval do STF. (G1) 

Contratação 

O Tribunal de Contas do Estado considerou ilegal, sem pronunciar nulidade, processo seletivo deflagrado pelo Governo de Rondônia por meio da extinta Secretaria de Estado da Administração – SEAD. O objeto do certame era a contratação de 611 professores “Classe C”.. 

Por conta disso, foram multados Rui Vieira de Sousa, ex-titular da SEAD; Carla Mitsue Ito, então superintendente Estadual de Administração e Recursos Humanos e Isabel de Fátima Luz, ex-secretária de Estado da Educação. (Roni Viana) 

Curta! a Clube no Facebook

Clipe da Semana na CLube

Naiara Azevedo Ft. Maiara e Maraisa - 50 Reais

Deixe o seu Recado na Clube