11/09/2015

Manobras I

A Câmara de Vereadores de Cacoal marcou para a próxima quarta-feira a votação de mais uma possível cassação do prefeito Francesco Vialleto, do PT. A sessão está programada para as 19 horas, e dessa vez a acusação é de omissão em razão dos crimes desdobrados na Operação Detalhe. Contudo, a tendência é que mais uma vez nada aconteça, já que, no máximo, cinco vereadores devem votar pela cassação. 
Manobras II

Para garantir o sucesso na permanência do prefito à frente do Executivo municipal, até mesmo o secretário de Obras, Mário Moreira, o Jabá, do PRP, foi exonerado para retornar à Câmara, já que é vereador eleito, e assim, garantir mais um voto ao prefeito. Como a denunciante é a vereadora Maria Simões, do PT, ela não vota e quem assume no lugar é Toninho da Emater, também voto certo ao prefeito. (Roni Viana)  

"Doações" 

A Justiça Federal do Paraná marcou mais duas audiências relacionadas a processos da Operação Lava Jato para esta sexta-feira (11). Ambas envolvem processos contra a empreiteira Andrade Gutierrez, uma das maiores empreiteiras do país e investigada na operação. Entre os interrogados estão quatro delatores do esquema.

De acordo com as investigações, a Andrade Gutierrez agia de forma mais sofisticada no esquema de corrupção e fraudes de licitações da Petrobras. Ela formava um cartel, obtendo preços favoráveis e, com isso, lucros extraordinários. Parte do lucro excedente era usado para pagar propina a agentes públicos e partidos políticos, conforme os procuradores. A Odebrecht agia da mesma forma, ainda de acordo com as investigações. Essa propina envolve até mesmo político de Rondônia, já que p delator Fernando Baiano disse á Polícia Federal que o senador Valdir Raupp, do PMDB de Rondônia, foi um dos beneficiados pelo esquema. 

Curta! a Clube no Facebook

Clipe da Semana na CLube

Naiara Azevedo Ft. Maiara e Maraisa - 50 Reais

Deixe o seu Recado na Clube