21/09/2015

CPMF

A presidente Dilma Rousseff deve encaminhar nesta segunda-feira, 21, aos parlamentares a Proposta de Emenda a Constituição (PEC) que recria a antiga CPMF, contribuição que incide sobre a movimentação financeira. Apesar das resistências, o texto irá propor um novo tributo com alíquota de 0,20% e duração de quatro anos destinado à Previdência Social, conforme anunciado pela equipe econômica. A negociação de Dilma e dos ministros com o Congresso começará imediatamente: o governo precisa urgentemente dos R$ 32 bilhões que a CPMF despejará nos cofres federais ao longo de um ano. (G1)
 
Concurso

Pelo menos 103 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (21) e reúnem 15.919 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 28.947,55 no Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso. (Assessoria)

Gastos 

O Congresso Nacional deve analisar nesta terça-feira (22) vetos que preocupam o Palácio do Planalto e que, se derrubados, podem elevar os gastos do governo. Um deles barrou o reajuste de até 78% para os servidores do Judiciário. Em julho, a presidente Dilma Rousseff vetou essa proposta devido ao impacto que o gasto geraria para as contas públicas – segundo o governo, R$ 25 bilhões nos próximos quatro anos. Para o Executivo, a proposta de reajuste, aprovada pela Câmara e pelo Senado, é incompatível com a realidade econômica do país. No início do mês, a última sessão do Congresso (que reúne deputados e senadores) foi adiada por falta de quórum. (Agência Câmara) 

Curta! a Clube no Facebook

Clipe da Semana na CLube

Naiara Azevedo Ft. Maiara e Maraisa - 50 Reais

Deixe o seu Recado na Clube