01/05/2017

BRASIL Esta semana no Senado, deve ser feita uma tentativa de acelerar a tramitação do projeto de reforma trabalhista, com a votação de um requerimento de regime de urgência.
  
BRASIL 2 Os gastos com alimentação, saúde, habitação, comunicação e educação voltaram a pressionar o custo de vida do brasileiro. Só o tomate ficou 55 por cento mais caro, na última medição de abril do Índice Geral de Preços Mercado, da Fundação Getúlio Vargas. Também subiram, entre outros itens, a batata, com alta de 18 por cento, o gás, o plano de saúde e o preço da refeição fora de casa.
A boa notícia é que o álcool e a gasolina ficaram mais baratos e derrubaram as despesas com transporte. No geral, o custo de vida do brasileiro cresceu 0,33 por cento. Mas o IGP-M, como um todo, caiu 1,1. Isso porque além dos preços cobrados diretamente dos consumidores, ele leva em conta o custo da construção civil, que recuou 0,08 por cento. E ainda as despesas do setor produtivo, como a indústria, que também caíram puxadas por matérias-primas como milho, soja e mandioca. 

CACOAL Na manhã do último sábado um grupo de empresários de vários setores e seguimentos de Cacoal se reuniram na sede da Associação Comercial e Industrial do município para discutir projetos para o fomento a economia Cacoalense. A segurança pública no município também foi tema do encontro.

Jarmênio Campos 
DRT 0000777/MS 
Jornalismo Clube FM 90.3 

Curta! a Clube no Facebook

Clipe da Semana na CLube

Naiara Azevedo Ft. Maiara e Maraisa - 50 Reais

Deixe o seu Recado na Clube